Publicite aqui

PUBLICIDADE
USD 280 milhões encontrados na conta do escolta de “Dino”
14/02/2020 15:36 em Novidades

O Serviço Nacional de Recuperação de Activos (SNRA), órgão adstrito a PGR, recuperou USD 280 milhões de dólares encontrados na conta bancaria de um militar das FAA, Daniel Sawa Mulato identificado como ajudante de campo do antigo chefe das telecomunicações da presidência, tenente-general Leopoldino Fragoso do Nascimento “Dino”.

Fonte: Club-k.net

Os fundos em causa, teriam saído das contas do China International Funds (CFI), uma estrutura criada após ao fim do conflito armado que serviu para intermediar transações de crude para China e aplicar os lucros respectivos no financiamento de infraestruturas em Angola. Uma vez que as linhas de credito da China estavam sob comando do CIF, as autoridades angolanas através do Serviço Nacional de Recuperação de Activos decidiram reverter para o Estado, no inicio de 2019. Porém apercebendo-se que estavam em curso démarches de apreensão e recuperação, os mentores do CIF, segundo fontes do Club-K, transferiram atempadamente a quantia “milionária” para uma conta bancaria detida em nome de Daniel Sawa Mulato, natural da província da Huila, mas que a data dos factos era ajudante de campo de “Dino”, ostentando a patente de capitão incorporado na Unidade da Guarda Presidencial.

 

Em finais de Março de 2019, o general Leopoldino do Nascimento foi notificado para ser ouvido na Direcção Nacional de Investigação e Acção Penal (DNIAP), mas não pode comparecer porque justificou – por via dos seus advogados - que estava na Singapura, tendo entretanto, acertado que comparecia para responder no dia 10 de Abril.

 

Paralelamente, a PGR notificou o ajudante de campo, Daniel Sawa Mulato para esclarecer em que condições este capitão da UGP teria acolhido os 208 milhões de dólares na sua conta bancaria. Depois de interrogado, o capitão passou a manifestar intranquilidade pela situação que foi submetido.

 

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!